Olá! Meu nome é Thiago Melo e eu sou o criador da onda. Vou contar aqui, de forma breve, quais foram as motivações e as intenções que me levaram a dar início a este projeto.

Criado em agosto de 2014, o projeto nasceu de uma síntese de algumas dificuldades que tive em minha jornada como desenvolvedor. Basicamente, programo desde criança, e depois que isso passou de um hobby para uma profissão, sempre sonhei em ter minha própria empresa de desenvolvimento web. Até atingir este objetivo, trabalhei alguns anos como funcionário e como freelancer.

Em cada momento como dev (contração de developer), enfrentei algumas dificuldades. Quando era funcionário, o incentivo ao aprendizado de novas tecnologias era extremamente raro. Estudar era por conta e quase sempre deveria seguir a rotina já defasada da empresa. Enquanto freelancer, a dificuldade em encontrar outros devs me fez abrir mão de alguns projetos, mesmo trabalhando há um bom tempo na área, o networking era quase inexistente e encontrar outros profissionais que complementassem os requisitos era sempre muito difícil. Agora pense, se como freelancer já era difícil encontrar bons profissionais para dividir um projeto, como dono de empresa foi praticamente impossível realizar uma boa contratação.

Olhando para trás e juntando todas essas peças, e também alinhado com a vontade de sempre empreender, nasceu esse projeto que é, de forma simples, uma desenvolvedora de desenvolvedores.

Na onda, os três pilares fundamentais são: share (compartilhamento), learn (aprendizado) e code (“codar”).

Tudo começa com a ideia de conhecer outros desenvolvedores com habilidades diferentes, compartilhar suas experiências e conhecimento pois, dessa maneira, cria-se uma rede de qualidade em que essa troca de ideias fomenta fortemente a inovação e possivelmente proporcionará um bom contato para a realização de novos projetos. Esse é o share.

No mundo da tecnologia, as novidades são diárias. Um bom desenvolvedor deve se manter atento a essas novidades para que possa sempre entregar bons resultados em um menor espaço de tempo. Quanto mais código, menos código! Somente assim, com as ferramentas certas e eficazes, poderemos ter profissionais altamente qualificados para servir de base a bons projetos. Esse é o learn.

Colocar a mão na massa, codar, testar, testar e testar. Colocando o conhecimento na prática, os devs ganham experiência, diminuindo o ciclo de aprendizado e crescimento do próprio projeto, empresa ou startup. Esse é o code.

A curto prazo, a intenção é a criação de uma grande rede de desenvolvedores, incentivando o netweaving. Evolução do networking, no netweaving além de fazer novos contatos, novos negócios surgem diretamente através do compartilhamento.

A médio prazo, trazer para o mercado desenvolvedores mais qualificados e que tenham um olhar mais atento para a tecnologia de ponta e aplicar metodologias modernas para os projetos em que estiverem inseridos.

A longo prazo, a~onda tem a intenção de colaborar diretamente para um ecossistema de inovação muito mais competitivo no local em que estiver atuando.

Somente com profissionais com mentalidade empreendedora, que buscam compartilhar conhecimento, conhecer pessoas, aprender novas tecnologias e colocar muito a mão na massa, é que teremos projeots, empresas ou startups muito mais competitivas.

a onda que vem do sul

Dúvidas, sugestões, críticas, elogios, doações, desabafos, e etc só escrever!